top of page

sated/pr informa: PRIMEIROS ENCAMINHAMENTOS DA REUNIÃO ABERTA SOBRE O TROFÉU GRALHA AZUL





A pedido do @satedproficial, a Fundação Teatro Guaíra recebeu nesta quinta (21) o presidente do sindicato, @esturilho , um dos Coordenadores de Arte Negra do Sated/PR, @oda.rodrigues , a vereadora @giorgiaprates.mandata e nosso Coordenador de Teatro @leomoita e a assessora da mandata preta, a artista e militante da cultura @susimonteserrat .


Dentre outros temas, levamos um relato da Reunião Aberta sobre 40a. Edição do Troféu Gralha Azul, realizada na última segunda (18). Reiteramos a indignação de parte expressiva dos trabalhadores e trabalhadoras da área em decorrência da pouca representatividade do teatro negro no resultado final e do consequente sentimento de violência racial resultante da condução da cerimônia de entrega do prêmio, que foi amplamente expressado na reunião aberta.


Os representantes do Teatro Guaíra assumiram o compromisso de atender já para a próxima edição algumas das reivindicações apresentadas, dentre elas:


- reforma a partir de janeiro de 2024 dos editais do Gralha, com garantia regimental de critérios para formação de um júri com representatividade e equilíbrio entre raça e gênero, definido com maior participação social pela categoria por intermédio do sindicato e de suas coordenadorias;


- aumento significativo nos valores das ajudas de custo oferecidas aos jurados, resultando em melhores condições de trabalho. Isso deve resultar em aumento de diversidade nas inscrições;


- realização de AUDIÊNCIA PÚBLICA precedida de debate aberto dos trabalhadores e trabalhadoras da área para reforma estrutural do edital de inscrições das peças, num processo a ser promovido com protagonismo da sociedade civil na organização, no início do ano;


- sistema de publicação das notas finais e possibilidade de cada inscrito consultar suas notas individuais na próxima edição;


- estudo da adoção de um sistema de júri popular em complemento à avaliação da comissão julgadora;


- participação do sindicato nas definições e decisões referentes à cerimônia de premiação (o que não aconteceu nesse ano, na qual tais decisões couberam somente ao Teatro Guaíra);


Também foram debatidas ideias para viabilizar a participação e inclusão de grupos teatrais de outras cidades, uma vez que a descentralização do prêmio é um dos principais desafios a serem superados. Numa próxima reunião, em janeiro, retomaremos essa questão e levaremos outras propostas.


Como próximo passo, o sindicato encaminhará no início da próxima semana ofício para que o poder público formalize tais compromissos já assumidos, para que haja garantia de que sejam colocados em prática.


Dentre outros apontamentos, o presidente do Sated/PR também reforçou a importância do prêmio valorizar a consciência de classe e a luta dos artistas, técnicas e técnicos enquanto trabalhadores da arte.


Na avaliação dos presentes, o diálogo foi produtivo. Esperamos que esses e outros avanços a serem negociados em janeiro resultem num prêmio efetivamente mais diverso, mais descentralizado e que celebre a atuação de nossos trabalhadores e trabalhadoras do teatro de maneira mais ampla.


Acreditamos que a força das diversas manifestações nas redes sociais e na reunião aberta do SATED/PR na última segunda (18) e a participação da vereadora Giorgia Prates no debate estão sendo fundamentais para que o diálogo com o poder público tenha avançado. Agradecemos pela forte participação. É fundamental seguirmos atentos e fortes e somando forças nessa construção.

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page