Como manter a arte respirando num país que sufoca artistas?

A arte brasileira respira pelos pulmões de artistas, técnicas e técnicos brasileiros. A existência de um depende da existência do outro.

Nos solidarizamos com artistas e técnica que estão arriscando suas vidas e de todes para não passar fome ou serem despejades de seus lares.

É fundamental a manutenção do isolamento social nesse momento de agravamento da pandemia, mas para os trabalhos que precisam inevitavelmente ser realizados presencialmente, reforçamos a importância das medidas de segurança. Infelizmente, devido à morosidade do poder público em dar as respostas necessárias para esse momento emergencial, muitas trabalhadoras e trabalhadores da arte, para manter o sustento de suas famílias, estão se vendo obrigados a se expor para dar conta desses trabalhos, como aqueles ligados à Lei Aldir Blanc. Portanto, mesmo com equipe reduzida, é FUNDAMENTAL que seja feito uso de EPI (atenção à eficácia das máscaras, bem como cuidados ao manusear e ao descartá-las) e que sejam tomados demais cuidados, como higienização de materiais, distanciamento e <